13/01/2016

silêncios...







Às vezes as palavras soltam-se e voam como borboletas a partir do casulo. Voam até poisar algures. O silêncio também se faz com a boca fechada...
||||||||||


João Eduardo - 13 de Janeiro 2016

Sem comentários:

Enviar um comentário